Publicidade

sexta-feira, 2 de julho de 2010

REFLEXÃO SOBRE AS PESSOAS

As pessoas nem sempre são aquilo que pensamos ou que julgamos delas.
A distância, às vezes, é boa.
Distantes sabemos menos uns dos outros e a confiança já é menor.
Custa a acreditar que nos erramos e que aquela pessoa com quem simpatizamos não existe ou desapareceu!
As coisas não devem ser bem assim; ainda acredito, ainda tenho esperança no mundo e nas pessoas.
Acredito que por detrás da face fria existe uma oculta doce e serena.
Cada um de nós percebe o outro pela maneira que o vê.
Só quem lida com o outro sabe, percebe e acredita nele.
Quem nunca conviveu, falou ou viu uma pessoa não a pode julgar apenas pelo que ouve falar dela.

Um nome não diz muito duma pessoa, é apenas uma palavra entre todas as pessoas com os mesmos nomes.
Cada pessoa, mesmo com o nome comum a muitas outras, é diferente e única, sendo temperada pela vida que levou até ao momento.

Quem estuda mais tem uma visão mais alargada das coisas e é capaz de perceber melhor o que cada pessoa faz e porque o faz, ao contrário de quem tem pouco estudo, logo pouco conhecimento intelectual, e pensa que as coisas só podem ser de uma determinada forma e que as pessoas agem quase sempre com segundas intenções. Bem, depende muito das pessoas e daquilo que já passaram...
Apesar de pensarmos que somos todos iguais não se deve julgar os outros em conformidade com aquilo que sabemos das pessoas e de nós próprios, cada um é diferente, mesmo que seja apenas um milímetro.

Sem comentários: