Publicidade

terça-feira, 17 de agosto de 2010

TEMPO

1.
Às vezes, o tempo
Não é favorável, há tragédia,
Frio e trovoada.
Outras vezes é bom,
Brilha o sol e há tourada,
Festa, calor, vai-se à praia.

2.
O relógio está a andar
Há tanto tempo...
Quando será que nos encontramos?
Como o posso adiantar?
Será que dá tempo?
Temos de obedecê-lo,
Senão toda a gente está perdida.

Tenho de esperar
E dar tempo a esse tempo,
Quando ele achar
Que é naquela hora
Ele diz-me para avançar,
Mas, por enquanto... agora
Ainda não é o momento.

3.
Há tempos em que parece
Que o tempo
Tira o nosso tempo
Para se alongar
A si mesmo.
Será bom isso acontecer?
Se calhar é,
Assim todos têm mais tempo
Porque o tempo é mais longo.

4.
Dizem que o tempo
Cura tudo: talvez esqueça
Certas desilusões...
Mas oxalá que não desapareça
Da minha cabeça
Grandes lições!

Com o tempo vêm:
A esperança,
A saudade
E a recusa,
Uma viagem,
Longa aliança,
Duradoura amizade,
Mais uma blusa.

5.
Com o passar do tempo
São levados aqueles
Que mais queremos
E não podemos
Evitar.

Algumas vezes,
Com o tempo,
Vêm problemas
Que custam a passar
E que temos
De ultrapassar
Para continuar.

Sem comentários: