Publicidade

terça-feira, 17 de agosto de 2010

NINGUÉM MORRE

Ninguém morre sozinho,
Todos estamos ligados
E, de nós, vai um pedacinho
Com os antepassados.

Não nos falta bocados,
Então ninguém morreu
Ficaram partes no passado
Que já se esqueceu.

1 comentário:

Bijou disse...

Bonito poema.
Gostei do seu gato, tb tenho um pet, um hamster, hehe. Se quiser pode até alimentá-lo, mas o que ele gosta mesmo é de correr na rodinha. =P