Publicidade

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

HÁ SEMPRE REMÉDIO PARA TUDO

Não interessa se me olham,
Se me invejam
Ou me desejam,
Sou dona do meu nariz.

Não suporto que roguem,
Inventem
Ou digam
Coisas que não fiz.

Mas se por acaso
Isso acontecer,
Nada tenho a temer,
Deus sabe a verdade
E testemunha minha dignidade.

Se alguma vez eu errar,
E esse alguém tiver razão,
À que não perder a noção
Do que é bom e remediar,
Porque há sempre remédio para tudo
E ninguém é sábio no mundo.

Não temas nada
E segue em frente,
A tua estrada
É a mais decente.

Sem comentários: