Publicidade

sexta-feira, 30 de abril de 2010

COMPUTADORES & INTERNET

Um computador é como se fosse um robot, é programado, através da codificação 0 e 1, para elaborar diversas tarefas.
É composto por software e hardware. O primeiro não é palpável, mas apenas visível, porque existe através de programas com linguagens informáticas, sendo chamado também de sistema operativo. O hardware é qualquer utensílio que compõe o computador, também apelidado de periférico, alguns são de entrada como o rato, o teclado, as drives de cds, dvds e disquetes, o microfone, o scanner, o modem, as portas USB, a placa de som, a placa de video; outros são de saída como o monitor, as drives, as colunas, a impressora, as portas USB e o modem.
O computador possui uma memória viva (RAM) e outra morta (ROM), que tem alguns Gb. A RAM é volátil e se não guardarmos (no disco C ou na memória RAM) perder-se-á a informação se houver um corte de energia, por isso, existem as memórias secundárias como as bandas magnéticas (que actualmente não existem) evoluíram para disquetes, também já em desuso, agora existem mais CDs-ROMs, embora nos tempos que correm utilizem frequentemente os dvds, os mp4, os mp3, as pens USB e os Ipods.
À medida que os anos foram avançando os softwares evoluíram: já há o Pentium IV; os processadores tornaram-se mais rápidos e menos barulhentos; os monitores mais modernos, estreitos como os televisores plasmas quadrados e sem giga; as torres mostram as drives, os fios e outros componentes de hardware, porque são feitas de plástico; a impressora e o scanner estão juntos sendo chamados de Multifunções; o rato e o teclado não têm fios; os discos C são maiores e alguns são exteriores; há webcam e microfone para se falar no chat ou MSN da Internet.
Estão a escassear os computadores de secretária, pois são trocados pelos portáteis que contém maior espaço no disco C, várias dezenas de Gb e são muito mais práticos, incluem uma bateria e quando a electricidade falhar a informação não se dissipa porque há tempo para a salvar.
A Internet foi uma das grandes invenções em 1969 pelo Bill Gates, a junção de milhares de redes com um protocolo de comunicação usado – World Wide Web ou chamada teia-web – teia de aranha mundial.
A informação encontra-se em sites, é de fácil acesso para quem tem um modem ligado ao microcomputador, acesso telefónico tradicionalmente, um fornecedor de acesso como o SAPO ou a ONI. Actualmente também há a Internet de banda larga, a net-móvel (através das portas USB), a net-cabo (ligada à tv cabo), os pacotes da MEO ou da ZON e o telemóvel.
Nessa rede internacional encontramos de tudo, desde o educativo ao promíscuo, do divertimento ao trabalho; aprende-se muito, conhecem-se imensas pessoas através de certos sites como o hi5, o netlog, o myspace, o facebook, o tagged, o badoo, o twoo e o sonico; fazem-se muitos amigos virtuais, encontram-se amigos ou conhecidos e, alguns, até a alma gémea.
O MSN ou Messenger é o actual chat em que pessoas de todas as idades e sexos falam e passam muito do seu tempo. Dantes havia o MIRC.
Os jogos de computador também distraem e ocupam muitas horas dos jovens, principalmente, tanto online como no Ambiente de Trablho.
Eu gosto muito de navegar na Internet e de utilizar o computador, tirei três cursos de Informática, um tecnológico e outros de iniciação, e acho que ela é essencial nos dias que correm.
Na minha opinião o computador deveria ser a pilhas ou com uma bateria que nunca se descarregasse e do tamanho de um telemóvel, e sempre com acesso à Internet, para ser mais fácil de estarmos com ele e não ser tão cansativo, ou seja, não termos de nos sentar à frente do ecrã horas a fio, o pudermos levar para qualquer lado e estarmos com ele em qualquer sítio.

1 comentário:

Verânia Aguiar disse...

ja existem telemoveis praticamente com funçoes de telemovel, mas a net sai mais cara nas redes moveis...