Publicidade

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

LUPI

A minha gata
Tem duas patas
De vez em quando,
Dá saltos como acrobata,
Gosta de poemas
E não está amando.

Ela dança devagarinho
Para não cair,
Não tem medo de música,
Não é como o gatinho
Que quer fugir,
Tem mais genica.

Esta gatinha
Já morreu
E deixou saudade.
Era pretinha.
Foi para o céu
Com 8 anos de idade.

1 comentário:

Verânia Aguiar disse...

ai foi pro ceu? ia jurar k o avo a enterrou no quintal... lol

ela gxtava de poemas? n sabia hehe