Publicidade

sábado, 11 de setembro de 2010

PESSIMISMO

Porquê andar atrás
De quem não me quer?

Porquê gastar tempo
Com palavras sem actos?

Porquê ficar assim
Na recta final da vida
Por alguém insensível?

Porquê perder o tempo
Da minha alma
Para me tornar invencível
Se acabo por escorregar
Na minha casca de banana?

Sem comentários: